Os consumidores foram, são e serão provavelmente sempre, um dos públicos mais importantes para uma empresa, organização ou instituição. Com o desenvolvimento das Tecnologias de Informação, tudo parecia mais fácil. Mas não é… Não é porque para além de exigir técnicas estatísticas sofisticadas, existem várias fontes, e algumas não são comparáveis. Interpretar a atitude dos consumidores requer um trabalho árduo:
Quem consome? Onde? Quando? Quanto? Quem compra? Quem prescreve? Onde se compra? Quando? Como? Quem participa no processo de decisão? Falamos de um produto ou serviço de compra reflectida ou de compra por impulso?
A estas variáveis poderíamos juntar dezenas de outras. É um trabalho difícil? Sem dúvida, mas muitíssimo importante.

Consumidores


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *